Como se tornar um Fuzileiro Naval?


como servir o país como fuzileiro naval

Ser um Fuzileiro Naval é o sonho de milhares de jovens brasileiros. Afinal, é uma honra incalculável poder defender o país e fazer parte da elite das Forças Armadas nacionais.
O Praticar preparou esse artigo, explicando o que faz um Fuzileiro Naval e, principalmente, te ensinando como fazer parte desse grupo de combatentes.

Quem é e o que faz um Fuzileiro Naval?

O Fuzileiro Naval é um combatente da Marinha do Brasil, um dos três braços das Forças Armadas Nacionais, que contam também com Exército e Aeronáutica. O que difere o Fuzileiro Naval do marinheiro é a sua função exclusivamente combativa, uma vez que o marinheiro auxilia também nas rotinas da embarcação. Os jovens que desejam se tornar um Fuzileiro Naval precisam, além de prestar um concurso, passar por exames físicos rigorosos. Caso aprovados, fazem um juramento de honra, tendo bem claro que a sua função, daquele momento até o resto de sua carreira militar, será representar o Brasil e defender o território de possíveis inimigos.

como ser fuzileiro naval

Como ingressar na Academia de Fuzileiros Navais?

Para ingressar na carreira militar como Fuzileiro Naval, é necessário a aprovação em um concurso aberto todos os anos pela Marinha, para o Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais. Os aprovados recebem um treinamento durante 17 semanas, sendo considerado aspirante e, após a formação, são nomeados soldados Fuzileiros Navais. São oferecidas, aproximadamente, 1860 vagas, divididas em 6 estados brasileiros. Listamos para você tudo o que precisa saber para se tornar um Fuzileiro Naval:

Requisitos

Podem se inscrever no concurso para Fuzileiro Naval apenas homens, com idade entre 18 e 21 anos e altura entre 1,54 e 2 metros. É necessário ter nível fundamental completo, não ter tatuagens visíveis com o uso dos uniformes de serviço ou com desenhos ofensivos e incompatíveis com o perfil militar (exemplo: suástica, pornografia, etc). Além disso, não podem se inscrever jovens com qualquer tipo de deficiência ou contraindicação médica, de acordo com os padrões psicofísicos da Marinha, divulgados simultaneamente com o Edital.

Inscrição

As inscrições se iniciam, geralmente, no primeiro trimestre de cada ano e devem ser feitas no site da Marinha. São duas turmas para o Curso de Formação abertas ao longo de cada ano, uma no primeiro e outra no segundo semestre.

Remuneração

Durante o curso de formação, o aspirante a Fuzileiro Naval recebe uma bolsa auxílio no valor de R$ 642,00. Após a conclusão do curso e da nomeação de soldado, o valor recebido passa a ser de R$ 1.587,00.

Etapas do concurso

Os candidatos à vaga no curso de formação para Fuzileiro Naval precisam passar por 6 etapas de um concurso:

1- Exame de escolaridade

Consiste em uma prova, de caráter eliminatório e classificatório, com 50 questões de Língua Portuguesa e Matemática.

2- Verificação de dados biográficos

Nessa etapa, uma pesquisa é feita pela Marinha ao histórico de vida do candidato, junto às Secretarias de Segurança Pública e Superintendências da Polícia Federal. O objetivo é descobrir se houve alguma conduta imoral por parte do possível aspirante a Fuzileiro Naval, a fim de eliminar os que, em algum momento, deixaram de cumprir com os deveres públicos.

3- Verificação de documentos

Os candidatos deverão apresentar cópia de documentos como Certidão de Nascimento ou Casamento, Título de Eleitor, Carteira de Identidade e CPF. A lista completa de documentos e a data para apresentação são disponibilizadas junto com o Edital do concurso.

4- Inspeção de saúde

Trata-se de uma perícia médica efetuada por uma Junta Regular de Saúde para verificar se o candidato preenche os padrões psicofísicos estabelecidos nas Normas da Diretoria de Saúde da Marinha.

5- Teste de suficiência física

Após aprovação na inspeção de saúde, o candidato a Fuzileiro Naval é submetido a um teste físico, constituído de uma prova com as seguintes modalidades:

  • natação: nado de 50 metros em, no máximo, 2 minutos, com o estilo livre;
  • corrida: percorrer um percurso de 3200 metros e até 19 minutos;
  • flexão na barra: três repetições, contadas entre a distensão total dos braços e sua flexão até que o queixo ultrapasse a barra;
  • abdominal: trinta e oito repetições em um minuto, contadas entre o toque do dorso no solo e o toque dos antebraços nas coxas.

É muito importante que haja bastante empenho e treinamento do candidato a Fuzileiro Naval, mesmo antes do início do concurso. Afinal, ter um bom condicionamento físico é uma obrigatoriedade de quem deseja seguir carreira nas forças Forças Armadas.

6- Exame psicológico

O exame psicológico verificará dois aspectos dos candidatos a Fuzileiro Naval: intelectivo, que envolve as aptidões gerais e específicas dos candidatos em relação às exigências da atividade pretendida, e personalógico, destinado às características da personalidade e motivação do candidato. No exame, é comparado o perfil psicológico do candidato ao que é exigido na carreira militar.

Curso de formação

Os Cursos de Formação Para Fuzileiros Navais ocorrem, simultaneamente, no Rio de Janeiro e em Brasília. Ao longo das 17 semanas de duração, os alunos têm acesso a estudo, moradia, alimentação, uniforme e remuneração. Os recrutas vivem em regime de internato, realizando diversos tipos de exercícios físicos, assistindo palestras e com uma rotina intensa de atividades. O curso exige muito dos recrutas, que também são observados quanto ao cumprimento de normas e respeito à disciplina e hierarquia, de modo que já saiam adaptados à vida militar como Fuzileiro Naval.

Carreira como Fuzileiro Naval

Após a conclusão do curso de formação, o recruta fará um juramento à Bandeira e será nomeado Soldado Fuzileiro Naval. A partir daí, ingressará no Corpo de Fuzileiros Navais e assumirá um compromisso inicial de 2 anos com a Marinha do Brasil.

Depois do primeiro ano de serviço, o soldado poderá servir em qualquer lugar do Brasil e realizará serviços da Marinha, estabelecidos pela Administração Naval. Ao final do compromisso, a Administração Naval decide sobre sua renovação ou não, com base no desempenho profissional, disciplinar e moral do soldado. A não aprovação implica no licenciamento do Serviço Militar. Caso alcance os requisitos propostos no Plano de Carreira de Praças da Marinha, o soldado Fuzileiro Naval pode participar do processo seletivo para a graduação de cabo e, posteriormente, a sargento.

Prepare-se para ser um militar!

Se você sonha em seguir carreira militar, mas não sabe como se preparar para os concursos, entre em contato com o Curso Praticar! Oferecemos cursos para várias escolas militares, como curso preparatório para EsPEx. Faça-nos uma visita e conheça a nossa estrutura!

Outros links úteis: pré-vestibular UERJ, curso pré-militar, projeto UERJ  e Oficial PMRJ.